Colombiano expõe em Cuiabá telas com elementos de diversas paisagens

Henry Magont viajou por toda a América Latina e produz pinturas inspiradas nos locais por onde passou utilizando galhos de árvores e outros elementos em suas telas

0
66
A exposição itinerante 'Por Los Caminhos de América' permanece no Cine Teatro até 08 de maio

O artista plástico colombiano Henry Magont viajou por toda a América Latina. Durante esta vivência humana, aproveitou para experienciar artisticamente. Assim, produziu obras inspiradas nos locais por onde passou utilizando elementos da paisagem, como galhos de árvores, o que confere certa sensação de realidade, além, é claro, de profundidade às telas.

Esta experiência resultou na exposição itinerante “Por Los  Caminhos de América”, que desembarca em Cuiabá nesta quinta-feira (02.05), mais precisamente no Cine Teatro. As obras permanecem expostas até o dia 08 de maio. O horário de visitação é das 8h às 20h e a entrada é gratuita.

MUITO MAIS DO ONÇAS PINTADAS

No entanto, antes de chegar à capital, Henry esteve em outras cidades mato-grossenses. Uma delas foi Cáceres (216 km de Cuiabá). O objetivo era pintar uma onça pintada. Mas o colorido centro histórico da cidade, marcado pela característica arquitetura colonial e pelo transitar de ciclistas, acabou capturando a atenção do artista, que passou a retratar esta paisagem em suas obras.

Ele também passou por Várzea Grande, onde pintou a imponente igreja de Nossa Senhora do Carmo e a Ponte Sérgio Motta, que liga a cidade a Cuiabá.

ENCONTRO CASUAL

Já na capital, o Cine Teatro se apresentou ao artista: “Passando pelo Centro da cidade, li o nome ‘Cine Teatro Cuiabá’ e resolvi entrar para conhecer. Ao apresentar os meus trabalhos fui convidado para realizar a minha exposição”, conta o pintor.

Ele ainda revela que carrega todos os seus materiais por onde anda. “Eles vêm de transportadora, não é barato. Mas isso me deixa mais livre para conseguir montar uma exposição onde eu chegar, pois ando com meus cavaletes e minhas luzes”.

BRASIL-COLÔMBIA

No Brasil desde 2015, motivado pelo sonho de conhecer e pintar o rio Amazonas. E esta ligação entre Brasil e Colômbia não é casual. O artista se comoveu com o acidente do time de futebol da Chapecoense, na cidade de Medellín, em novembro de 2016.

Na ocasião, decidiu voltar para seu país e ajudar como voluntário. Então, recebeu um convite para conhecer a cidade de Chapecó, em Santa Catarina. Assim, para chegar ao Sul do país, vende as obras que produz pelos lugares por onde passa.

Com a exposição, Henry pretende ter um bom retorno para dar o próximo passo em sua carreira. “A parada final é em Punta Del Leste, no Uruguai, onde vou começar um projeto com amigos. A ‘Casa de Artes’ contará com galeria de artes, gastronomia e música. É uma associação latino-americana de empreendimento cultural”, conta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here