Edital disponibiliza R$ 900 mil para Pontos de Cultura de MT

Cada uma das 30 iniciativas selecionadas receberá um valor integral bruto de R$ 30 mil

0
407
A Secretaria de Estado de Cultura Esporte e Lazer (SECEL) é responsável pelo Edital

O Governo do Estado de Mato Grosso, por intermédio da Secretaria de Estado de Cultura Esporte e Lazer (SECEL), publicou, nesta terça-feira (28.05), o Edital de Seleção de ‘Pontos de Cultura’. Serão premiadas trinta iniciativas desenvolvidas por entidades culturais sem fins lucrativos. Cada uma receberá o valor integral bruto de R$ 30 mil, totalizando um investimento de R$ 900 mil. As inscrições vão até o dia 10 de julho. As inscrições vão até o dia 10 de julho. Confira o edital completo neste link.

O convênio celebrado entre a atual Secretaria da Diversidade Cultural e o Estado de Mato Grosso foi no valor total de R$ 7,3 milhões, sendo R$ 5,5 milhões do Governo Federal e R$ 1,8 milhão do Governo do Estado. O convênio estipula a aplicação financeira de parte deste recurso, no valor de R$ 900 mil, para fomentar a formação da Rede de Pontos de Cultura, da Política Nacional de Cultura Viva no Estado de Mato Grosso.

O EDITAL

Intitulado “Edital de Chamamento e Seleção para Premiação de Iniciativas Culturais da ‘Rede de Pontos de Cultura do Estado de Mato Grosso”, o edital objetiva premiar, por meio de repasse de recursos financeiros da “Política Nacional de Cultura Viva”, instituições da sociedade civil sem fins lucrativos, com atuação comprovada há pelo menos três anos em atividades culturais.

De acordo com o documento, a ideia é fomentar o reconhecimento, articulação e fortalecimento da “Rede Cultura Viva” em Mato Grosso, com o propósito de reconhecer ações de formação; assistência e intercâmbio; participação social e mobilização em rede; informação, promoção e comunicação.

A seleção levará em consideração “Pontos de Cultura” nos mais diversos campos e linguagens artístico-culturais, bem como em áreas temáticas, tais como: “Cultura e Meio Ambiente”; “Culturas Populares e Tradições”; “Cultura LGBTQIA”; “Culturas Negras”; “Povos e Comunidades Tradicionais de matriz africana”; “Culturas Indígenas;” “Territórios e Memória”; “Patrimônio Cultural”; “Cultura e Infância”; “Bibliotecas Comunitárias”; “Culturas surdas”; “Cultura e acessibilidade”; “Cultura e Educação”; “Cultura Digital”; “Cultura e Comunicação”; “Cultura de Gênero”; “Cultura e Direitos Humanos”; “Cultura e grupos e comunidades étnicas”.

Do total de projetos selecionados, serão destinados no mínimo 60% dos recursos a projetos oriundos de municípios do interior do Estado de Mato Grosso, e os 40% restantes para municípios da Região Metropolitana do Vale do Rio Cuiabá.

Como participar

Poderão participar do Edital pessoas jurídicas de direito privado sem fins lucrativos com sede no Estado de Mato Grosso, que comprovem a realização, há pelo menos três anos, de atividades culturais no estado relacionadas com as ações estruturantes da “Política Nacional de Cultura Viva”

Estas atividades são: a) cultura, comunicação e mídia livre; b) intercâmbio e residências artísticoculturais; c) cultura e educação; d) cultura e saúde; e) conhecimentos tradicionais; f) cultura digital; g) cultura e direitos humanos; h) economia criativa e solidária; i) livro, leitura e literatura; j) memória e patrimônio cultural; k) cultura e meio ambiente; l) cultura e juventude; m) cultura, infância e adolescência n) cultura LGBTQIA; o) agente cultura viva; p) cultura circense; q) outras ações que vierem a ser definidas em regulamentação pelo órgão gestor da Política Nacional de Cultura Viva.

RECURSOS

O convênio celebrado entre a atual Secretaria da Diversidade Cultural e o Estado de Mato Grosso foi no valor total de R$ 7,3 milhões, sendo R$ 5,5 milhões da Secretaria e R$ 1,8 milhão do Governo do Estado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here