‘Janela Indiscreta’, cultuado filme de Hitchcock, abre ciclo do cineasta no Cine Teatro

Alguns críticos apontam o longa como o que melhor reuniu as principais características do cinema hitchcockiano

0
57
Estrelado por Grace Kelly e James Stewart, o filme o concorreu ao Leão de Ouro, em Veneza, em 1954

Entre junho e julho, seis filmes de Alfred Hitchcock serão exibidos no Cine Teatro Cuiabá. E para já começar metendo o pé na porta, o ‘Ciclo Hitchcock’ abre a programação, às 19h30 desta terça (04.06), com o clássico “Janela Indiscreta (1954)”, considerado por muitos cinéfilos, críticos e estudiosos não só como uma das melhores produções do cineasta britânico, mas também como um dos maiores filmes já feitos na história do cinema. A entrada custa R$ 4 (inteira) / R$ 2 (meia).

Alguns críticos apontam o longa como o que melhor reuniu as principais características do cinema hitchcockiano. Estrelado por James Stewart e Grace Kelly, disputou o Leão de Ouro, em Veneza, além de ter sido indicado em quatro categorias do Oscar. Trata-se de um suspense (Não por acaso Hitchcock é considerado o mestre do gênero) que apresenta uma alegoria narrativa metalinguística, em outras palavras, cinema falando de cinema.

No filme, o personagem de James Stewart observa o cotidiano de sua vizinhança. Ele é um voyeur que representa, metaforicamente, o espectador de cinema assistindo os vários acontecimentos à sua frente, porém sem poder interferir. E embora a obra tenha mais de seis décadas, ainda assim é possível elaborar novas leituras relacionadas a fenômenos atuais. 

“É um filme que tem bastante a ver com essa coisa contemporânea que é do interesse pela vigilância, por espiar o outro, por esse voyeurismo, que tem bastante a ver com esse lugar que a gente ocupa hoje como usuários de redes sociais”, reflete Diego Baraldi, curador do ‘Encontros com Cinema’, projeto responsável por promover o ‘Ciclo Hitchcock’.

Entre uma espiada e outra via binóculo, ‘Janela Indiscreta’ apresenta ricos diálogos sobre ética e privacidade, levantando questões em relação ao ato de acompanhar a vida de outras pessoas e vasculhar seus segredos através de suas janelas, aberturas que provém apenas imagens entrecortadas da realidade. 

Hitchcok dirigiu 53 filmes e é um dos cineastas mais influentes da história do cinema

JANELA INDISCRETA

O enredo se passa em Greenwich Village, Nova York, onde vive L.B. Jeffries (Stewart), um fotógrafo profissional confinado em seu apartamento por ter quebrado a perna enquanto trabalhava. Como não tem muitas opções de lazer, vasculha a vida dos seus vizinhos com um binóculo, até que vê alguns acontecimentos que o fazem suspeitar de um crime. Além de Jeff, só a empregada e a namorada (Kelly) frequentam o apartamento.

A vizinhança do protagonista sugere uma representação da sociedade americana, composta por pessoas solitárias, carentes, felizes e tristes, porém todas confinadas em seu universo privado. Ou, numa outra perspectiva, a vida e os conflitos destes vizinhos poderiam remeter aos diversos gêneros cinematográficos (comédia, tragédia, drama, suspense…). E, se tratando de Hitchcock, nem é preciso dizer qual foi a trama que mais chamou a atenção do espectador/observador.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here