Luta de camponesas por terra e justiça social é tema de espetáculo no Cine Teatro

A peça é uma adaptação do livro “Dez Mulheres, Muitas Vidas”, obra que reúne relatos de trabalhadoras rurais mato-grossenses

0
56
A peça é encenada no formato de teatro de arena, em um palco circular coberto por terra

“Mulheres da Terra”, da Cia Cena Onze de Teatro, estreia nova temporada no Cine Teatro Cuiabá. O espetáculo será encenado de 04 a 26 de maio, sempre aos sábados e domingos, às 19h30, na Sala Anderson Flores. A peça mergulha no universo de personagens femininas – construídas a partir de relatos de mulheres reais – comprometidas com a luta em defesa da terra e pela busca da justiça social.

Trata-se de uma adaptação feita por Flávio Ferreira, Heloise Godoy e Gustavo Teixeira dos relatos de trabalhadoras rurais mato-grossenses publicados no livro “Dez mulheres, muitas vidas”, da jornalista Scheilla Gumes e do fotógrafo Adenor Gondim.

“Viajamos com o elenco e conhecemos pessoalmente algumas das mulheres. Foram encontros maravilhosos. São mulheres generosas, fortes e admiráveis”, comenta o diretor Flávio Ferreira.

Encenada no formato de teatro de arena, em um palco circular coberto por terra e com impactante trilha sonora ao vivo, a peça busca reproduzir a vida de Bete, Vera, Miguelina, Ivani, Germanba, Leonora, Dorcina, Raimunda, Maria Ivanildes, Lindaura, Camila e Aline.

São mães, filhas, esposas, trabalhadoras do campo, benzedeiras, sindicalistas, religiosas… Enfim, mulheres que, por uma questão de sobrevivência, não tem outra opção a não ser a luta pela terra em um estado dominado pelos mais variados coronéis do latifúndio.

“O espetáculo aproxima o público de lutas justas, histórias inesquecíveis e muitas vezes assustadoras”, pontua Flávio Ferreira. Afinal de contas, acrescenta a assessoria, “em um país cada vez mais dominado pelo poderio do agronegócio, refletir sobre o uso da terra passa a ser tão óbvio quanto necessário”, pois retira “do anonimato ou do desprezo o papel do feminismo na emancipação de homens e mulheres do campo e das cidades”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here