‘Mato Grosso de todos os Ritmos’ celebra 271 anos do estado com diversidade musical

Nesta terça-feira (30), no entorno da Arena Pantanal, a Orquestra Sinfônica da UFMT une rock, rasqueado, ópera, sertanejo, rap e lambadão

0
116
‘Mato Grosso de todos os Ritmos’ celebra aniversário do Estado com diversidade musical

Para celebrar os 271 anos de Mato Grosso e ainda, em alusão aos 300 anos de Cuiabá, sob a batuta do maestro Fabrício Carvalho, nesta terça-feira (30), às 19h, a Orquestra Sinfônica da UFMT sobe ao palco estruturado no entorno da Arena Pantanal para um concerto histórico. “Mato Grosso de Todos os Ritmos” vai unir diversos estilos musicais presentes no Estado, num só concerto. O ingresso solidário será 1kg de alimento não-perecível destinado à campanha SOS Funcionários da Santa Casa de Cuiabá.

Com arranjos inéditos especialmente encomendados ao maestro Leoni Pepe D’Adderio, todo o repertório da noite foi pensado para exaltar a música de Mato Grosso e, principalmente, valorizar os artistas da terra. Do rap ao lambadão, do rock ao rasqueado, da ópera ao sertanejo, da música eletrônica à música erudita, da Venezuela ao Haiti. “Artistas consagrados de Mato Grosso num grande espetáculo, todos acompanhados pela Orquestra Sinfônica da UFMT. Uma maneira de valorizar nossa diversidade, momento de equalizar os conceitos das nossas manifestações culturais”, adianta o maestro Fabrício Carvalho.

Além do lambadão do grupo Erre Som, do instrumental do Bolinha, do pop rock da banda Strauss, da tradicional música cuiabana de Vera e Zuleica, o concerto reserva ainda a participação do trio Pescuma, Henrique e Claudinho, da Bateria Touceira da Confraria do Bode, da explosão do country, Johnny Everson, do mestre do rasqueado, Roberto Lucialdo, do rap de Breno Dz6, do sertanejo de Allan Maycon, da música autoral de Queila Ribeiro, da violinista venezuelana Yndira Villaroel e do rapper haitiano Asid Adult Man.

“Será inesquecível. Um momento sui generis, sem precedentes. Nunca vimos e ouvimos tantos representantes da nossa cultura juntos num só espetáculo. A diversidade do concerto e a valorização das nossas tradições são os grandes diferenciais dessa noite tão aguardada. Mato Grosso merece essa homenagem e a nossa cultura agradece”, comentou o secretário de Estado de Cultura, Esporte e Lazer, Allan Kardec.

Do rock ao rasqueado

O concerto especial da Orquestra Sinfônica da UFMT que comemora os aniversários de Mato Grosso e Cuiabá será marcado pelo encontro de estilos musicais diversos, daí o título “Mato Grosso de todos os ritmos”.

Um dos grandes encontros que teremos vai do rock ao rasqueado. “O rock será representado pela banda Strauss.  Com um som muito bacana, os caras levaram a música mato-grossense para além das fronteiras do Estado, por meio do rock. E o rasqueado vem com os mestres Pescuma, Henrique e Claudinho, Roberto Lucialdo e Vera e Zuleica, grandes representantes da nossa música, todos acompanhados pala Orquestra Sinfônica da UFMT”, explica Fabrício Carvalho.

Da ópera ao sertanejo

Mais uma mistura que vai ficar na história de Mato Grosso. “Faremos um trecho da ópera Carmen, de Bizet com a Bateria Touceira da Confraria do Bode. Imagina, ópera com escola de samba! No sertanejo, nossos convidados são Johnny Everson e Allan Maycon, dois grandes representantes da música sertaneja de raiz de muita qualidade, com arranjos exclusivos”, comenta.

Do rap ao lambadão

O maestro Fabrício Carvalho explica que esse tipo de mistura é algo em que as grandes orquestras pelo mundo estão investindo. “As mais importantes orquestras do planeta têm se arriscado nesse sentido. No nosso caso, teremos o rap com Breno Dz6 e a presença do haitiano Asid Adult Man, que faz música aqui em Cuiabá. O lambadão fica a cargo dos nossos amigos do Erre Som numa grande festa plural”.  

Da Venezuela ao Haiti

Uma viagem musical fantástica pelas américas. “Convidamos dois grandes músicos, dois grandes artistas que vieram de outra realidade musical para mostrar sua arte no palco da Orquestra. Estamos falando da violinista venezuelana Yndira Villaroel e do rapper haitiano Asid Adult Man.  Aproveitem para conhecer esses irmãos que escolheram Mato Grosso para viver e para acolhe-los com muito carinho”.

Uma homenagem para Bolinha

Para finalizar, um grande presente para todos, a participação especial do lendário músico Bolinha. “Uma homenagem muito especial a um grande artista de Mato Grosso, mestre Bolinha do saxofone, que tanto nos inspirou e que tantas alegrias nos trouxe. A simples presença do Bolinha é uma grande homenagem a todos os artistas de Mato Grosso”.

Orquestra Sinfônica da UFMT

Este ano a Orquestra Sinfônica da UFMT completa 40 anos de existência em temporadas ininterruptas desde o final dos anos 1970. Por isso, a ocasião também comemora o aniversário desse organismo musical tão importante para a sociedade mato-grossense.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here