Prefeitura destina R$ 1,6 milhão para fomentar turismo em Cuiabá

As ações englobam eventos religiosos, exposições em museus, festivais e revitalizações

0
84

Em 2019, a capital mato-grossense dispõe de R$ 1,6 milhão para investir em turismo. O valor está previsto na Lei Orçamentária Anual e é oriundo da Fonte 100 do Município. O objetivo é promover eventos geradores de fluxo turístico. Essas ações englobam eventos religiosos, exposições nos museus, festivais e obras de revitalização.

Dentre as prioridades, está a revitalização do Centro de Atendimento ao Turista (CAT) da Praça Rachid Jaudy e melhorias para os CAT móveis. Também consta a reabertura do Museu do Rio, além de implementar campanhas locais, nacionais e internacionais, difundindo as riquezas da cidade.

As ações, de acordo com o adjunto de Turismo, Marcelo Pires, que está à frente dos projetos, estão sendo desenvolvidas pensando dos 300 Anos de Cuiabá e estão em conjunto com municípios que formam um grande complexo no entorno da cidade.

“Cuiabá fica localizada no berço de um raio de 100 km de municípios, como Chapada dos Guimarães, Nobres, Jaciara e aqueles que possuem o Pantanal. São lugares com belíssimas cachoeiras, florestas, rios, que se difundem com as de Cuiabá. Então, nossas ações vêm somar a essas fronteiras e aumentar ainda mais as opções de quem vem visitar nossa terra”, ressalta.

“Para isso, precisamos pensar Cuiabá como uma cidade de grandes negócios, que está pronta para receber empreendimentos de todas as esferas,” reitera o secretário de Cultura, Esporte e Turismo, Francisco Vuolo.

O objetivo, segundo o prefeito Emanuel Pinheiro, é valorizar o potencial de Cuiabá e despertar o interesse de novos empreendedores. “Nossa cidade só cresce quando investimos em seus potencias, fomentamos a economia local e a alicerçamos para receber novos parceiros”, frisa.

Cuiabá 300 Anos

ESTRUTURA ATUAL

A capital tricentenária conta com mais de 200 estabelecimentos hoteleiros, com capacidade para receber pequenos, médios e grandes eventos. Só em Cuiabá, sem contar a cidade vizinha Várzea Grande, existe uma rede de entidades no ramo do turismo, como agências de viagens, locadoras de veículos, entre outras, que formam um sistema completo para o turista ser bem atendido.

A noite cuiabana é uma das mais movimentadas de Mato Grosso. São diversos bares, bistrôs, boates, música ao vivo, praças com programações ao ar livre.

Essa estrutura dá norte aos avanços da cidade, já reconhecida pelo seu saldo positivo de novos empreendimentos. Cuiabá possui mais de 47 mil empresas com registros abertos. No período entre 2016 e 2017, a Capital registrou 5.243 aberturas de empresas e 181 fechamentos, segundo dados da Junta Comercial do Estado de Mato Grosso (Jucemat).

Com isso, a capital mato-grossense ficou entre as principais cidades brasileiras que mais evoluíram na geração de novos empreendimentos em 2017, seguindo isso em 2018. O avanço foi apontado pela pesquisa de Índice de Cidades Empreendedoras (ICE) realizada pela ONG Endeavor, divulgada em dezembro de 2017.

Segundo a pesquisa, Cuiabá subiu 16 posições em dois anos, elevando-se de 20º para 4º colocação no ranking no quesito ambiente regulatório, que inclui tempo gasto com burocracia e complexidade dos tributos, e de 28º para 18º, avançando 10 posições, no quesito ambiente geral para empreender. O ICE também avaliou as cidades nos aspectos de infraestrutura, mercado, acesso a financiamento, inovações e capital, em que Cuiabá se manteve com notas positivas.

“Isso comprova que temos base consolidada e estamos no caminho certo, investimento de forma correta, fazendo com que a cidade cresça de forma equilibrada e organizada.  Esses resultados nos capacitam para ser uma das melhores cidades em potencial turístico do Brasil e posterior do mundo”, finaliza o prefeito Emanuel Pinheiro.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here