Prévia do Cinecaos tem lançamento de um filme nacional e um local

Misc recebe, neste sábado, a prévia do festival de cinema que engloba produções “independentes; de bordas; marginal; trash; underground”

0
164
A arte do cartaz do Cinecaos V é da artista plástica Camila Hybris

A Mostra Internacional de Cinema e Audiovisual CineCaos acontecerá nos dias 10, 17, 24 e 31 de agosto na UFMT. Mas enquanto a data não chega, o público pode sentir um gostinho do que está por vir com a Prévia do ‘V CineCaos’, que contará com o lançamento de dois filmes, um nacional e um local, além de reexibir um filme da primeira edição (2015) da mostra. A sessão acontece neste sábado (11.05), às 19h30, no Museu da Imagem e do Som (MISC).

Esta é a quinta edição consecutiva da mostra. A temática de 2019 é ‘Cataclismas, Hecatombes e Delírios do Poder’. As inscrições seguem até dia 15 de julho pelo email cinekhaos@gmail.com. Confira mais detalhes sobre o CineCaos nesta matéria do Pensar Cultura.

O Filme Nacional a ser lançado neste sábado é “Brasil 2020”, do cineasta Petter Baiestorff. O filme foi finalizado recentemente e o diretor tem liberado sua reprodução apenas em cineclubes. Segundo Baiestorff, o teor político da produção dialoga com o atual momento brasileiro. “O Brasil é governado por uma crentecracia militar em aliança com a grande indústria do agronegócio e a indústria armamentista”, afirma.

Neste contexto, complementa Baiestorff, “o livre pensar se tornou uma grande barreira ao governo brasileiro. Anarquistas, professores, artistas, pequenos agricultores orgânicos, editores independentes e livres pensadores se tornaram as novas Bruxas do Século XXI e são os principais alvos dessa cruzada contra a sabedoria”.


A estreia local é “Px 110 MHz”, do multiartista Eduardo Ferreira. Trata-se do primeiro filme feito pelo cineasta, que também é autor de ‘Cerimônias do Esquecimento, 2004) e (eunóia, 2007).

A obra inédita foi resgatada de uma fita e conta com ilustres participações, como do poeta Antônio Sodré, falecido em 2011, e do artista plástico Clóvis Irigaray. Sobre o roteiro, o cineasta adianta: “É uma rádio pirata no ar, em Cuiabá”.

E o filme da primeira edição da mostra que será reexibido é “Cisma Subversiva”, cujo roteiro e direção são assinados por Jorge Castro. De acordo com a sinopse, Roberval é um homem solitário que convive com devaneios profundos. “Trata-se de uma mente subversiva alimentada por cismas e desconstruções de identidade simbólica e material”.

Após a sessão, os interessados poderão participar de uma roda de conversa com os realizadores locais. O CineCaos é um festival internacional de cinema que engloba produções independentes; de bordas; marginal; trash; underground… Enfim, como queiram chamar. “Dentro do caos cabe tudo. Absolutamente tudo. Desde filmes censuráveis, de classificação adulta, até tosquices, bizarrices e escatologias”, comentou Eliete Borges, idealizadora do festival, em recente entrevista ao Pensar Cultura.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here